[ editar artigo]

6 ideias de empreendedorismo feminino: Dicas para aumentar sua renda com um negócio próprio!

6 ideias de empreendedorismo feminino: Dicas para aumentar sua renda com um negócio próprio!

Com a crise econômica e tanto desemprego no Brasil, investir em métodos de aumentar a renda e se tornar um empreendedor se tornou comum. E como alguns segmentos do mercado são mais fáceis para mulheres atuarem, separamos hoje 6 dicas de empreendedorismo feminino para aumentar a renda extra e ter seu próprio negócio, confira!

  1. Revenda de semijoias

Um dos principais mercados com facilidade para mulheres atuarem é a revenda de semijoias no atacado. Esses acessórios são de custo mediano então não será necessário encontrar clientes de alto poder aquisitivo. Normalmente o seu círculo de amigas já é um bom começo de clientela.

Com o baixo valor de investimento e a possibilidade de ofertar os produtos para as pessoas que você já conhece, é possível empreender e criar seu próprio ponto físico de revenda.

  1. Escola de Idiomas

Você já estudou fora do país ou tem conhecimento avançado em alguma língua estrangeira? Esse é um excelente meio de começar uma escola de idiomas.

Infelizmente, com a educação de línguas estrangeiras tão defasada no Brasil, professores particulares de inglês, espanhol e outros idiomas podem lucrar bastante.

Portanto, se você tem um cômodo livre em casa e gosta de ensinar, comece oferecendo seu serviço para pessoas próximas e divulgando o trabalho em grupos do Facebook, por exemplo.

Com o tempo e os lucros, você poderá alugar um escritório para o trabalho, se especializar com certificados e criar sua própria escola de idiomas. 

  1. Loja virtual/ Dropshipping

É fato que a internet é uma tendência mundial e com o Brasil não seria diferente. Cada vez mais as pessoas estão migrando para fazer compras online pela comodidade desse método.

Por isso, abrir uma loja virtual é um excelente meio de empreendedorismo feminino e você não precisa se limitar a um único segmento do mercado.

Os custos para abrir um e-commerce são baixos, você pode pagar um plano mensal de cerca de R$ 100 e garantir a manutenção do seu site.

Dentro desse método, também é possível trabalhar com o dropshipping, uma técnica de venda sem estoque, em que você só compra os produtos quando surge a demanda dos clientes.

Se o orçamento não está alto o suficiente para alugar o ponto físico, começar com uma loja virtual é uma opção excelente.

  1. Revenda de roupas íntimas e Sex Shop

Apesar de muitas mulheres ainda considerarem os sex shops como tabus, é exatamente por isso que a revenda de produtos íntimos continua sendo um excelente ramo para investir, principalmente para as mulheres.

Com certeza você conhece amigas que gostam de agradar os parceiros o querem experimentar brinquedos sexuais novos, mas têm vergonha de comparecer aos sex shops físicos.

Dessa forma, você pode oferecer um serviço personalizado de acordo com o gosto das suas clientes e o melhor: sendo discreta.

  1. Consultoria

Se você já alcançou algum cargo importante nas empresas que trabalhou ou é referência em algum mercado, uma ótima forma de aumentar sua renda é oferecendo consultoria.

Esse tipo de serviço tem várias possibilidades, basta selecionar um assunto que você domina e criar sua empresa de consultoria para outros profissionais do mercado. 

  1. Serviços de salão de beleza

Se você é aquela que todas as amigas chamam quando precisam de uma maquiagem ou penteado especial para uma festa, você pode comprar produtos básicos e começar a atender a domicílio.

Seja fazendo maquiagem, manicure ou penteados, nesse ramo é fácil conseguir clientes por indicação de uma amiga para a outra.

E se alguma amiga sua também tem habilidades na mesma área, vocês podem dividir o aluguel de um ponto físico e oferecer todos os serviços de um salão de beleza.

Nossas dicas te ajudaram a começar seu próprio negócio? Então deixe um comentário!

 

Empreendedorismo Rosa
Ler matéria completa
Indicados para você