[ editar artigo]

Arte a partir do Reaproveitamento

Sabe aquele famoso texto do Charles Chaplin “Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso.” Nossa história se resume neste pequeno texto, pois o conhecimento,  a essência e o contato com as pessoas, que passam em nossas vidas, é que nos ajuda e ainda contribui na construção da Abato Crafts. A partir disso, vamos contar um pouquinho da nossa história pra vocês.

Fonte de Imagem: Arquivo Pessoal

Minha irmã Lidian fez recentemente um intercâmbio social em Uganda e naquele país africano fala-se o Luganda. E foi nesta fonte que buscamos o nome para nossa marca: “Abato”.<!--more-->

Abato em luganda significa “Juventude”, esta é a essência, o espírito de nossos trabalhos, buscando a criatividade, a renovação nos conceitos.

Desde pequenas, sempre estivemos envolvidas indiretamente com a arte, ajudando nossa mãe a preparar as lembrancinhas das festas da empresa onde ela trabalhava e nas visitas à casa da nossa avó, que fazia chocolates decorados, bolsas de tricô e enfeites pra casa. Quando arrumei meu primeiro emprego aos 16 anos numa farmácia, foi que aprendi com uma cliente a fazer a primeira flor de tecido, mostrei pra minha irmã o que tinha aprendido e ela adorou, resolvemos pesquisar mais formas de criar e de lá pra cá não paramos mais. A partir daí começamos a nos encantar com o mundo Craft que nos envolvia. Trocávamos experiências com amigas e aprendemos mais e mais com cada artesanato feito e com cada técnica descoberta.

Mesmo aprendendo várias técnicas, flores diferentes, ainda faltava alguma coisa. Queríamos algo novo, dentro do nosso contexto e que proporcionasse um impacto social.  Quando se tem a mudança da mente e a descoberta do propósito de vida, um turbilhão de ideias começa a surgir e nos inspiram cada vez mais. Hoje tentamos evitar ao máximo o excesso de consumo e desgaste do meio ambiente, produzimos nossas peças com materiais que as pessoas geralmente jogariam no lixo, desenvolvemos guirlandas feitas com jornal, bastidores de jornal, casinhas para molho de chaves feitas com restos de marcenaria, cestas e bolsas com caixas de leite, entre outras criações que vão surgindo. Hoje temos amigos com o mesmo propósito e compartilham de suas criações, ajudando a incentivar a consciência e a arte a partir de produtos retornáveis. (Abajur de garrafão de vinho e puff de pneu).

Buscamos o reaproveitamento de vários materiais trazendo arte, beleza e renovação através de algo que poderia ser jogado fora e poluir mais nosso planeta. Não vamos conseguir a solução para todos os nossos problemas de descarte, mas começando a usar esses produtos para produção da arte, temos certeza que estamos no caminho certo.

 

Lidian Borghezan Soares - Profissional de compras, pós-graduada em engenharia de suprimentos. Já participou de projetos sociais pela Aiesec em Uganda. Trabalha com artesanato há 3 anos.

Bianca Borghezan Soares – Recém-formada em Logística. Atualmente trabalha como artesã, desenvolvendo a arte a partir de produtos que podem ser reaproveitados.

Irmãs, apaixonadas pela natureza, animais e pessoas. Querem mostrar para todos que a arte sustentável pode surgir dentro de qualquer pessoa.

Fanpage aqui

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você