[ editar artigo]

Certezas

Dia 11 de dezembro fez um ano que escrevo para o Empreendedorismo Rosa. Conheci Lênia e Aline no dia 15 de setembro de 2012, em uma roda de conversa intitulada “Mulher e arte: o direito de acesso à cultura” na Estação Pinacoteca, realizado pelo Projeto Mulher em Foco. Após a rodada de conversa me apresentaram o Empreendedorismo Rosa. Devo confessar que estava cheia de preconceitos, pensando no clube da Luluzinha, Penélope Charmosa e talvez na Convenção das Bruxas.

Fonte de Imagem: Ana Carmen Nogueira

Aline e Lênia, cativantes, foram introduzindo a ideia do que vinha ser o Empreendedorismo Rosa, um lugar virtual de encontros e trocas para empoderamento das pessoas. Iniciamos uma rede de contato, trocamos cartões e meses depois Aline me convida para escrever no blog.

O primeiro artigo foi retirado a fórceps. Difícil, travado, mas saiu. Tomei gosto. Desde então, estou escrevendo para nós. Digo para nós porque virou uma espécie de conversa entre eu e alguém que possa estar lendo o artigo. Algumas vezes tenho resposta do que escrevo e é muito prazeroso.

Agora, estamos novamente no último mês do ano, onde aceleramos a vida para tentar alcançar as metas que foram colocadas no início do ano. Metas de trabalho, metas de nossas próprias vidas particulares que precisam ser alcançadas antes do último badalo da meia noite do dia 31 de dezembro. Como se o mundo fosse acabar e, se não fizermos tudo que foi planejado para aquele ano pode representar um fracasso. Será?

Gosto de pensar e de fazer as coisas com mais lentidão. Nunca dá certo fazer as coisas com pressa, pelo menos para mim. Penso devagar, sinto devagar, deixo as coisas passarem por mim e assim as sinto melhor, gosto de cultivar a atenção e a delicadeza. Penso e repenso nas pessoas que passaram por mim durante esse ano como uma forma de agradecer a experiência e o crescimento que me foi proporcionado por esses encontros.

Quero agradecer às meninas do Empreendedorismo Rosa por me incentivarem e acreditarem em mim. Agradeço o encontro com Cristiane Piza que foi minha Coaching mostrando novos caminhos de atuação. Na “Ciranda com pRosa”, do dia 22 de novembro, tive a oportunidade de conhecer algumas mulheres empreendedoras que apresentaram suas experiências profissionais e percebi como elas buscam estar no mundo e agir dentro dele cultivando sabores, memórias, amores e trabalhando para tornar o mundo um lugar melhor para se viver. Foi um ano muito rico de muitas descobertas, novos desafios e apenas a certeza de que devemos sempre continuar.

Certeza

De tudo, ficaram três coisas:

A certeza de que estamos sempre começando...

A certeza de que precisamos continuar...

A certeza de que seremos interrompidos antes de terminar...

Portanto devemos:

Fazer da interrupção um caminho novo...

Da queda um passo de dança...

Do medo, uma escada...

Do sonho, uma ponte...

Da procura, um encontro...

Fernando Pessoa

Ana Carmen Nogueira, mestre em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie. Graduação em Artes Plásticas. Especialista em Educação Especial com aprofundamento na área de deficiência visual e Arteterapia. Consultora do Curso Fazendo Arte na Escola Inclusiva do Programa de Educação Inclusiva (PEI) – Osasco da OSIP Mais Diferenças. Desenvolve pesquisa de pintura encáustica, ministra cursos desta técnica e atua como Arteterapeuta no Ana Carmen Nogueira Ateliê de Artes.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você