[ editar artigo]

Como anda a contabilidade da sua empresa?

Se a sua primeira resposta foi “não sei”, “não tenho” ou “só com o meu contador”, este artigo é para você.

Fonte da imagem: pensamentocontabil

Infelizmente ainda temos a cultura de que a contabilidade é para o governo, seja do contador, ao iludir a empresária de que as empresas pequenas não são obrigadas; seja da empresária em achar que esse processo é totalmente independente da empresa (junta os documentos e manda para o contador). Isto além de ser um grande engano, pode levar a empresária a tomar decisões erradas e compromete diretamente a gestão do negócio.
A contabilidade, seja fiscal (a que é enviada para o governo) ou gerencial (o que de fato acontece na empresa), deve ser vista pela empresária como importante ferramenta de gestão, pois através dela é possível gerir o negócio e evitar alguns problemas.

Tenho visto empresárias observando seu negócio somente pelo fluxo de caixa e quando se dão conta do problema não sabem se o negócio é rentável ou não, sabem que precisam de dinheiro, mas não sabem quanto e quando... Olhando pelos olhos de investidores, você arriscaria seu dinheiro?

A contabilidade é muito rica em demonstrações, cada uma delas com uma função diferente, e que sozinhas são apenas números. As principais que devem ser acompanhadas  são:

Fluxo de Caixa – Acompanha o montante recebido e gasto em determinado período, é importante para equilibrar as contas do dia a dia, mas sozinho pode levar a empresária a cometer erros como achar que a empresa tem dinheiro, fazer retiradas e depois não saber como repor. Além disso, há o risco daquele dinheiro esperado não entrar e comprometer todos os compromissos assumidos.

Demonstração de Resultado – Acompanha o resultado do período, demonstra o quanto a empresa teve de lucro ou prejuízo. Sozinho não é eficaz porque também pode levar a empresária a cometer o erro de achar que a empresa tem dinheiro; os valores são demonstrados por competência, ou seja, você pode ter tido um alto lucro, mas o valor em si, financeiramente, pode ser recebido somente no mês seguinte, o que faz toda a diferença.

Balanço Patrimonial – Informa o que a empresa tem, seus bens e direitos, suas dívidas e, principalmente, o que foi feito do valor investido e o que foi feito do lucro da empresa. Sozinho não é eficaz porque é estático. O fato de se ter muitos ativos não quer dizer que a empresa tem dinheiro para assumir seus compromissos.

E você, como tem administrado sua empresa?

Heloisa Motoki é empreendedora, sócia-fundadora da Quali Contábil e Consultora Especial no site Fórum Contábeis.  Com formação em MBA em Controladoria, Graduada em Ciências Contábeis e Técnico em Contabilidade,  especialista em Empreendedorismo pela FGV/Goldman Sachs, através do projeto “10.000 Women”. Há 16 anos no mercado contábil, atua diretamente com pequenas e médias empresas em São Paulo.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você