[ editar artigo]

Como se livrar do pesadelo da precificação

Como se livrar do pesadelo da precificação

Precificar pode ser menos complicado do que você imagina.

Tenho conversado com várias mulheres que relatam muita dificuldade tanto na hora de cobrar por seus produtos e serviços como colocar o preço no seu produto ou serviço.

E o que é preço? É o valor, expresso em números, associado a um produto ou serviço...e aposto que o seu produto e serviço tem valor, certo?!

E como se define o preço de um produto ou serviço? É preciso levar em consideração alguns elementos:

  • Custo de matéria-prima
  • Custo de mão-de-obra (que inclui a sua!)
  • Custos fixos e variáveis
  • Sua concorrência direta e indireta
  • Diferenciação no mercado
  • Seu valor agregado
  • Lucro

Geralmente esquecemos tanto de incluir o custo da nossa hora de trabalho como o lucro que queremos para o nosso negócio...isso quando não conseguimos separar os custos que são da empresa dos custos pessoais (ainda mais se trabalhamos em casa).

Mas não se preocupe, seguem algumas dicas que podem ajudar:

  1. Separe os gastos pessoais dos gastos da empresa, quando possível! Se você faz bolos, por exemplo, não use a farinha de trigo que você comprou para a empresa para o seu uso pessoal.
  2. Quando não é possível separar, aprenda a anotar os gastos. Se você faz uso de carro, por exemplo, anote a quilometragem que você faz para a empresa e faça o cálculo do valor do litro do combustível.
  3. Não esqueça dos seus custos fixos, aqueles que você vai ter que pagar independente do que for produzido/vendido. Para artesãs é recomendado um custo fixo de 5% em cima do custo variável. Para empresas maiores é recomendável um custo de até 20% do faturamento.
  4. Na hora de avaliar o custo da sua hora de trabalho, olhe a concorrência, mas também se pergunte: "Se eu quero ganhar R$ X.000 por mês trabalhando X horas por semana, qual o custo de 1 hora trabalhada?". E depois se pergunte: "meu cliente está disposto a pagar por esse valor?".

No mais, tenha confiança no valor do seu trabalho e não tenha medo de cobrar por ele!

Precisando de mais dicas, pergunte nos comentários e continue acompanhando nossas redes e também nossa Confraria Premium! =]

Empreendedorismo Rosa
Ler matéria completa
Indicados para você