[ editar artigo]

Curtinhas Empreendedoras

Por Eduardo Senise

Sobre quem conheço (Networking, Necessidades pessoais e Modelos mentais)

Conheço pessoas que viveram com dificuldades financeiras e hoje vivem vidas milionárias.

Conheço pessoas que recusaram propostas milionárias de investidores pelas suas empresas e hoje vivem com dificuldade.

Conheço pessoas que focam seus esforços em ter a melhor vida que podem, trabalhando o mnimo possível.

Conheço pessoas que têm um senso/necessidade de auto realização tão intensa que se dedicam muito além da média aos seus trabalhos.

Conheço muitas pessoas, conhecê-las me fez aprender mais a meu respeito e isto tem impacto direto no meu negócio.

Fonte da Imagem: Estudio Trevisart

Sobre empreendedorismo (Resiliência e Proposta de Valor)

Enquanto refletia sobre quem eu conheço, peguei a revista de bordo para passar o tempo durante o vôo. Li uma matéria sobre a empreendedora Regina Tchelly, até então nunca tinha ouvido falar dela.

Regina era empregada doméstica, moradora de uma favela na Zona Sul do Rio de Janeiro e, pelo que conta a história, se incomodava com o desperdício de alimentos quando cozinhava. Estimulada pela dona da casa em que trabalhava, fez cursos, criou a iniciativa Favela Orgânica, a apresentou numa rodada para investidores e - atenção ao momento em que saímos do óbvio - teve seu projeto recusado.

Convicta da sua ideia - com um investimento de R$140,00 - abriu seu primeiro curso, para donas de casa da comunidade, onde mora até hoje. Progrediu no seu negócio e ganhou prêmios internacionais unindo economia doméstica e comida de qualidade para a família, e ainda colaborou com o meio ambiente. Ações que muitas grandes empresas não conseguem estabelecer.

 

Sobre uma Empreendedora (Foco e Família)

No jantar, em casa, depois da viagem:

  • Nenhuma pulseira ou bracelete me serve, todas ficam grandes em mim. Meu braço e pulso são finos.
  • Mas você está fazendo um curso de costura e modelagem, por que não faz algumas peças para você? Quem sabe isto até vira um hobby, ou um negócio?
  • Meu tempo e minha energia são finitos. Quero dedicá-los às coisas que eu realmente gosto de fazer, à minha família e ao meu ramo de atuaçã - respondeu a empreendedora, enquanto marcava na agenda o que levar para a festa de dez anos da sua empresa.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você