[ editar artigo]

Dia Mundial Sem Tabaco

Por Marcelo Grassano

Hoje se comemora o Dia Mundial Sem Tabaco!

O tabagismo é considerado doença pela Organização Mundial da Saúde e a principal causa de morte, superando alcoolismo, AIDS, acidentes de trânsito, homicídios e suicídios.  Mas, que tal transformarmos este dia em mais um dia Mundial da Saúde (comemorado em 7 de abril)? Por isso, trago hoje histórias que, esperamos, sirvam de incentivo para quem quer parar, ou ainda, para quem já parou, não volte a fumar!

A primeira é do Pedro. Ele começou a fumar aos 14 anos e só parou aos 19, após sofrer um trauma no pulmão (pneumotórax espontâneo), duas vezes. A decisão de parar não foi por uma recomendação médica, mas como uma opção de um novo estilo de vida. Natação, musculação, futebol, bicicleta e corrida passaram a fazer parte da sua rotina.

Fonte da Imagem: Bem Valente Fonte da Imagem: Bem Valente

Hoje, mais de 10 anos depois, ele admite: "é difícil pensar profundamente em parar antes de sentir o impacto do resultado". Falta de ar, irritabilidade e dificuldade de controlar a ansiedade são os maiores inimigos nos primeiros dias, "mas tem que estar claro que está fazendo alguma coisa melhor para você e sua vida". A comida passa a ter gosto, andar sem sentir falta de ar, melhorar o humor, sentir mais alegria, em resumo "sentir a vida de verdade"!

A segunda história é da Elisa, que fumava por brincadeira aos 15, mas dois anos depois já tinha no cigarro um vício. Não é uma ativista em favor do tabagismo, mas tem no hábito de fumar, "um momento de relaxamento". Principalmente quando está desconcentrada, gosta de parar e fumar um cigarro.

Antes de passar por uma cirurgia, Elisa chegou a parar de fumar, por recomendação médica. Mas voltou a fumar, por "uma bobeira", 3 meses depois. A boa notícia é que a quantidade de cigarros reduziu de uma para meia carteira por dia. Fumar já não combina mais com o estilo de vida saudável que escolheu para sua vida.

Por isso, parar definitivamente é um objetivo: "teria mais fôlego para meus exercícios, não incomodaria as pessoas que convivem comigo e ficaria livre dos cremes de mão para tirar o cheiro".

Sei que parar é difícil, mas vida de empreendedor por acaso é fácil? Então, que tal utilizar as suas práticas empreendedoras para deixar de fumar?

- Defina seus objetivos: parar de fumar, fazer caminhada, nadar, etc.

- Defina metas: data que vai parar definitivamente, quantos minutos de caminhada ou corrida pretende atingir.

- Crie um plano de ação: reduzir o número de cigarros por dia, subir pelas escadas para perceber o fôlego, etc.

- DESAFIE-SE: todo bom empreendedor gosta de desafios! Defina metas audaciosas, elas alimentarão sua vontade de vencer.

Ah, a dica do Pedro é simples e alinhada com o perfil do empreendedor: "a cada dia você se sente melhor e este é o estímulo para não desistir".

Para apoiar todos que querem deixar de fumar e também os que já conseguiram, a Bem Valente lança a campanha #BemValenteNoCigar. São vários modelos de camisetas para usar ou presentear aqueles que você ama.

E você, leitora (e leitor) do Empreendedorismo Rosa, tem um desconto especial! Digite o código EMPROSA10 e ganhe 10% de desconto! Acesse: http://bemvalente.com.br/nocigar e confira!

Em tempo, muito obrigado a Elisa Andrade da Silva e Pedro Henrique Toledo por dividirem suas histórias.

Se você também quer contar sua história, escreva pra gente!

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você