[ editar artigo]

Dívidas: tê-las e não querê-las

Ter uma dívida ou outra, planejada no orçamento da família, não é o maior dos pecados, ainda mais se for uma dívida “inteligente” do tipo que ao quitá-la, você obtém um bem durável que agregará valor ao seu patrimônio, como a sua casa própria, por exemplo.

Fonte da imagem: Reprodução

Mas se houver várias dívidas aqui e ali, por compras impensadas e não planejadas, como é o caso de itens de consumo não durável e que não incorporam valor, então estamos falando de um problema a ser percebido, assumido e resolvido. Um problema que a impedirá de juntar dinheiro para investir e garantir seu futuro...

O uso desenfreado e sem critérios do cartão de crédito é a grande porta de entrada para estas dívidas ruins, pois a facilidade que eles oferecem tem um preço: custa juros... muitos... e muito altos! Pior ainda se você cair no poço sem fundo do crédito rotativo, empurrando o parcelamento do pagamento do cartão, para as faturas seguintes.

Então, seja sua própria aliada nas compras conscientes e num planejamento inteligente de consumo, e comece agora mesmo um passo a passo para se livrar das dívidas ruins:

  • Encare os fatos. Calculadora na mão, lápis e papel, contabilize exatamente suas dívidas – TODAS (valor já pago, qual a taxa de juros cobrada, quanto falta para quitar); nada de fechar os olhos e negar a realidade.
  • Defina prioridades. Liste as dívidas de juros maiores e com montante maior e coloque-as à frente dos pagamentos, para não deixar correr mais tempo, e assim ir quitando as pendências.
  • Negocie as dívidas. Seja educada e persistente com os credores pleiteando negociação, para obter abatimentos nas taxas de juros e até mesmo no montante, com o compromisso de quitar rapidamente.
  • Estabeleça prazos e cumpra-os. Agora com a visão clara da situação das dívidas no papel, monte um planejamento de quitação e defina prazos específicos, sendo disciplinada para cumpri-los.
  • Reorganize seus hábitos. Aprenda a adiar o impulso por compras tentadoras e guarde dinheiro para comprar à vista, num momento mais oportuno, sem juros e livre de dívidas.
  • A lição mais importante disso tudo: não pagar juros significa ter potencial de dinheiro disponível para investir e planejar seu futuro com tranquilidade.

    $uce$$o!

    Elaine Mello é Nutricionista graduada pela PUC Campinas (1995); Especialização em Nutrição Clínica Preventiva pela UNIMEP; Consultora em Gestão de Negócios certificada pela TMH – Thompson Management Horizons do Brasil; Consultora em Comércio Exterior certificada pela AEXPORT; Trader no mercado de ações, índices futuros e opções ; Certificação avançada em ‘Sistemas de Operação e Análise Estatística’ pela OperAção; Agente autônoma de investimentos credenciada pela Comissão de Valores Mobiliários; Sócia-diretora da Pyxis Academia de Investimentos; Idealizadora do projeto “Bolsa e Batom – A vez da Mulher Investidora”; Instrutora de Coaching para iniciantes em Bolsa de Valores; Ministrante de palestras, cursos e workshops sobre Inteligência Financeira e Mercado de Capitais.

    Empreendedorismo Rosa
    Empreendedorismo Rosa
    Empreendedorismo Rosa Seguir

    Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

    Ler matéria completa
    Indicados para você