[ editar artigo]

É preciso ter coragem para liderar!

Por Bianca Santos

Numa noite quente de verão, eu, meu pai e meu filho nos refrescávamos na varanda de casa quando, de repente, uma borboleta pousa em sua mãozinha. Eu que morro de medo de borboletas, pois fiquei trancada com uma dentro de um mosqueteiro, quando era pequena, mais que rapidamente gritei: “Filho, tire esse bichinho daí! Eu morro de medo de borboletas!”.

E tive todos os arrepios que vocês possam imaginar!

Meu pai mais que rapidamente me chama a atenção: “Minha filha, você não pode ensinar seu filho a ter medo! Você precisa ensiná-lo a ter coragem! E você precisa tê-la em primeiro lugar”.

Fonte: Pinterest

 

Foi um momento de reflexão muito forte, onde busquei me avaliar como mãe, como empreendedora e líder. E lanço a pergunta a vocês leitoras queridas:

Será que estamos ensinando nossos filhos, subordinados, nossas equipes a ter coragem? A encarar e superar desafios? A superar seus medos? A desbravar caminhos desconhecidos?

A dinâmica organizacional nos dias de hoje nos obriga a desenvolver nossas equipes, mas primeiro precisamos mudar nossas crenças e práticas. Este é o requisito principal para que haja esta fantástica dinâmica de romper velhas barreiras de inseguranças e medos. É função do líder desenvolver a coragem em seu time!

Pedro Mandelli, em seu livro Muito Além da Hierarquia, ilustra muito bem este tema:

“Um gerente fraco, com uma equipe forte é FORTE. Um gerente forte com uma equipe fraca, é FRACO. E um gerente fraco com uma equipe fraca, não é NADA.

Pense nisso! Boa semana!

Ah! Estou começando a simpatizar com as belas borboletas, viu?

 

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você