[ editar artigo]

Ela nos representa

Ela nos representa

Hoje homenageamos a  francesa Simone de Beauvoir, em sua data de aniversário. 
Simone nasceu em Paris, em 1908, e formou-se em filosofia, em 1929, com uma tese sobre Leibniz. Foi nessa época que conheceu o filósofo Jean-Paul Sartre, seu futuro marido.

Em 1945, ela fundou, com Sartre, o combativo periódico Les Temps Modernes, revista política, literária e filosófica publicada no período pós-guerra.

Escritora e feminista, Simone de Beauvoir também fez parte de um grupo de filósofos-escritores associados ao existencialismo – movimento que teria enorme influência na cultura europeia de meados do século passado, com repercussões no mundo inteiro.

Em 1949, publicou O segundo sexo, pioneiro manifesto do feminismo, no qual propôs novas bases para o relacionamento entre mulheres e homens. Os mandarins é de 1954; nesse mesmo ano, Beauvoir ganha o prêmio Goncourt.

Ela e Sartre visitaram o Brasil entre agosto e novembro de 1960; foram também a Cuba e foram recebidos por Fidel Castro e Che Guevara. Sempre tiveram marcada atuação política, manifestando-se contra o governo francês por suas intervenções na Indochina e na Argélia; contra a perseguição dos judeus durante a Segunda Guerra; e contra a invasão americana do Vietnã.

Simone de Beauvoir morreu em Paris, em 14 de abril de 1986. Entre seus muitos livros, vale ressaltar O sangue dos outros (1945), Uma morte muito suave (1964) e A cerimônia do adeus (memórias da vida com Sartre, 1981). 

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você