[ editar artigo]

Elegância é adequação

Por Lorena Gurjão

Elegância: S.f – Graça ,distinção nas formas, nas maneiras, nos trajes: elegância de porte ,de vestes; apresentar-se com elegância. Arte de escolher as palavras: falar, escrever com elegância de estilo.

Adequação: S.f – Ação de adequar; adaptação. Ocasionar o ajustamento de; fazer ficar ajustado. Ajustar algo ou alguém de modo harmônico.

“Ser” elegante é diferente de “ ter” elegância. Elegância tem muito mais a ver com a postura da pessoa do que com a roupa que ela veste. Já viu mulheres que usam um jeans e uma camiseta e ficam superelegantes? Ao passo que outras vestidas com um tailleur não imprimem a mesma elegância. Por quê? Porque ser elegante vai muito além das aparências, exige conhecimento, educação e paciência, é saber se portar, é ter uma postura corporal, atitudinal e social:

- Corporal porque a mulher elegante não tem apenas a atitude de abrir o armário de manhã e escolher uma combinação de peças que cumpram sua função no dia, mas ela tem segurança e sabe analisar o contexto em que está inserida, e é exatamente aí que entra a tal da adequação. Adequação ao seu biótipo, a sua personalidade, ao seu estilo de vida, a sua idade e área de atuação profissional. Elas têm consciência corporal e isso faz toda a diferença.

- Atitudinal porque a mulher elegante sabe como contextualizar peças que a valorizam coordenando-as com seu comportamento. Ela sabe que através da sua linguagem corporal pode afetar a percepção das pessoas, por isso faz uso e utiliza tão bem sua comunicação não-verbal ( aparência, expressões faciais, paralinguagem – entonação e volume da voz, energia corporal , odores, gestos – contato visual, sorriso, aperto de mão, movimento do corpo, objetos, coloração, silhueta, uso do espaço , território e tempo).

- Social porque a mulher elegante sabe entrar e sair em todos os ambientes, transitar em todos os guetos, sabe lidar com a diferença das pessoas e seus estilos, sabe o momento certo de falar, o que e como falar. Ela consegue sustentar sua imagem de forma consistente em todos os lugares simplesmente porque ela não “está” elegante, ela é! Ela sabe adaptar-se aos ambientes, chegando a ser tão sutil, que ela se faz notar assim que chega em qualquer ambiente.

Essa mulher se torna mais bonita, interessante e marcante conseguindo distinguir-se das demais não somente pela aparência, mas por sua essência, pela forma como se apresenta e se coloca no mundo. É como tão bem sintetizou Paul Valery: “Elegância é a arte de não se fazer notar aliada ao cuidado sutil de se deixar distinguir”. 

Um abraço pra você e até o nosso próximo artigo!

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você