[ editar artigo]

Em momentos de crise, vale pensar “pequeno”

Em momentos de crise, vale pensar “pequeno”

A vibração que tenho mais sentido, desde antes desse novo ano começar, é de queixas, medos, desconfianças, inseguranças e tudo o mais que só uma crise é capaz de gerar.

É essa a levada que gira em torno das conversas entre amigos, bate-papos em elevadores, nos cafés, nos jornais, na internet, nas redes sociais: crise, crise, crise. Como se comentar e se contaminar com essa energia da crise adiantasse de fato alguma coisa!

Refletindo sobre, comecei a acreditar que nesses momentos, não tão positivos, talvez valha pensar “pequeno”. Em que sentido?

Pensar no que está perto, no que é realmente possível fazer no nosso entorno, ou seja, ajudarmos mutuamente quem está mais próximo, seja indicando ou trocando serviços, seja dando uma carona, seja estendendo uma mão amiga, mas para quem está perto, pensando perto.

Pois pensar “grande”, pensar no longe e esperar a crise passar para fazer algo maior e mais impactante, talvez seja frustrante e não gere frutos.

Isso também vale para filtrar as notícias que chegam até nós, pois se ligarmos nossas antenas somente aos fatos negativos, a crise pode se apoderar ainda mais.

“Quando escrito em chinês a palavra crise compõe-se de dois caracteres: um representa perigo e o outro representa oportunidade.” John Kennedy

Que tal enxergarmos a crise atual do país como uma oportunidade de pensarmos pequeno? De fazer diferença em nosso entorno?

Por Tatiana Girardi

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você