[ editar artigo]

Empreender e amamentar, uma combinação possível.

Neste mês que iniciamos com a Semana Nacional de Amamentação, pouco vi sobre amamentar e empreender, muito é falado sobre a importância, mas pouco é orientado sobre como planejar esse período, seja como empresária, seja como empregada.

Fonte da imagem: Reprodução

Como mãe de dois – a Letícia com 8 anos e o Jonathan com 3 anos,  pude deixá-los exclusivamente com o leite materno até os 6 meses, período recomendado pela OMS – Organização Mundial da Saúde. Minha filha conheceu o leite artificial a partir do oitavo mês, nada desses leites caros, mas aquele da embalagem amarela; já para o segundo, consegui planejar com mais antecedência, continuou com lei materno até quase um ano, mas já iniciou com outros alimentos.

No nascimento do Jonathan, já estava na fase de pré empreender, com 20 dias de seu nascimento participei de uma reunião para conhecer alguns empresários e no meio da reunião, ao ouvir o seu choro, não hesitei em pedir licença para amamentar o pequeno.

Amamentar não é uma fórmula exata, ou melhor, após o filho nada é tão planejado, mas para conseguir amamentar é preciso planejar e se adaptar, deixando muitas vezes de lado as incoerências ditas pela lei, que prevê somente dois períodos de meia hora. (CLT – artigo 396)

Para conseguir conciliar a amamentação e o retorno ao trabalho, aluguei uma máquina semiprofissional para extração do leite materno (o valor é acessível), passei a fazer a coleta três meses antes de voltar ao trabalho (interditei o freezer de muita gente); ao retornar, usei todos os momentos de folga para fazer a extração (deixava meu celular para avisar o horário e evitava agendar reuniões que pudessem atrapalhar esse tempo) e assim pude garantir o leitinho dele por quase um ano.

Para empreendedoras, seja no papel de mãe ou de empregadoras, é possível conciliar e planejar, é preciso investir neste tempo, orientar e incentivar, com certeza o cuidado demonstrado irá refletir na motivação de todos.

Heloisa Motoki é empreendedora, sócia-fundadora da Quali Contábil e Consultora Especial no site Fórum Contábeis.  Com formação em MBA em Controladoria, Graduada em Ciências Contábeis e Técnico em Contabilidade,  especialista em Empreendedorismo pela FGV/Goldman Sachs, através do projeto “10.000 Women”. Há 16 anos no mercado contábil, atua diretamente com pequenas e médias empresas em São Paulo.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você