[ editar artigo]

Empreender é uma corrida de rua

Por Pâm Bressan

Comecei a correr há 9 meses, no começo apanhei muito, tinha muitas dores no joelho. Meu marido pensou que eu fosse desistir, mas não! No outro dia lá estava eu correndo novamente, mesmo com o joelho pedindo para parar. Hoje posso dizer que a prática leva a um novo hábito. Não sinto mais dor (somente quando forço demais), mas mesmo assim, a dor é mais fraca.

E sabe, aprendi muitas lições durante este período e quero compartilhar com vocês, meus leitores especiais:

Fonte da Imagem: Arquivo Pessoal da Colunista Pâm Bressan Fonte da Imagem: Arquivo Pessoal da Colunista Pâm Bressan

1. Foco: Como em diversas situações na vida, no início tudo é sofrido e doloroso. Na corrida não é diferente, se você colocar como meta atingir tantos metros e, antes de chegar lá, por estar cansado, preferir parar na sombra de uma árvore, prepare-se para estagnar e demorar muito mais para alcançar sua meta, estipulada no começo da corrida. Enquanto isso, outros corredores irão ultrapassar você. Pergunto: Você quer ser o último a chegar?

2. Determinação: Se você estiver nos últimos segundos de alcançar a chegada e o corpo pedir para parar, apenas diminua o ritmo, mas não pare. Se você parar, corre o risco de cair na zona de conforto, acreditando que não tem problema parar por ali, afinal, você QUASE chegou até lá. Maior erro: aquele que QUASE chega lá não ganha troféu e nenhuma medalha, pense nisso.

3. Disciplina: Tem dia que o seu corpo vai pedir para você ficar na cama, e o seu cérebro vai dizer que “hoje não precisa correr”. Você vai tentar se sabotar algumas vezes, colocando a culpa no tempo, nos compromissos, etc. Mas você tem que levantar e vestir a roupa (farda) e seguir para o "campo de batalha". Lembre-se sempre do seu objetivo final, isso o estimulará.

4. Resiliência: Comece pequeno (ou seja, correndo poucos metros e devagar), sonhando grande (quem sabe poder participar de maratonas), mas comece logo. Não fique parado, é pior, para a sua saúde e para seu cérebro. Esteja sempre em movimento, enfrente os desafios de mente aberta, supere-se a cada nova corrida.

5. Consciência: Se durante o percurso você se distrair pelo caminho com qualquer coisa, fique ciente que sua produtividade irá baixar. Não será como se você tivesse focado 100% em cumprir seu desafio até o final da corrida, sem se distrair. Tenha sempre em mente seu compromisso com você mesma!

6. Atenção às oportunidades: Se durante a caminhada surgir alguma oportunidade, seja um insight, uma promoção, qualquer coisa, pense: “Opa, isso pode me servir!”. Fique atento. Anote mentalmente, digo, em algum lugar no cérebro, e, chegando em casa, tome as devidas providências. O AGORA é foco na corrida!

7. Persistência: Durante a corrida assim como no dia a dia, irão surgir inúmeros obstáculos e desafios, mas o que determinará o seu sucesso pessoal será a sua persistência!!! Você pode cansar, pensar em parar, e até parar por um tempo, mas nunca deixe de correr atrás dos seus sonhos!

Leve estes ensinamentos com você diariamente. Converta em lições práticas para serem aplicadas no dia a dia, como por exemplo, em suas metas pessoais e profissionais. E depois me conte como foi :)

Lembre-se: a vida é como uma corrida de rua, depende sempre de você!

Ótima semana!

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você