[ editar artigo]

Entrevista - Donas de Casa Anônimas

A nossa entrevista desse mês é com a equipe de mulheres do site Donas de Casa Anônimas (DCA). Elas falam como o site surgiu e virou sucesso na web, além de darem dicas para as mulheres que pretendem empreender.

Fonte da imagem: Donas de Casa Anônimas

Porque o nome Donas de Casa Anônimas (DCA)?

O nome surgiu inspirado num livro da jornalista Eliane Brum, "A vida que ninguém vê", que conta pequenas crônicas da vida de pessoas que estão por aí, na rua, nas vilas, nos aeroportos, nos hospitais, mas ninguém liga, pois não conhece a condição real dessa pessoa, seus desejos, sonhos e planos. A jornalista traz à tona esse mundo escondido de forma linda e sensível. O nome Donas de Casa Anônimas nasceu com esse desejo, mostrar quem são essas mulheres que fazem o trabalho diário e ninguém gosta ou vê.

Como começou o projeto do site DCA?

Da necessidade! Duas mulheres super envolvidas com outros projetos na web, mães full time e na lida diária do lar. Começamos a sofrer por nãoconseguir lidar com a organização e limpeza da casa, e decidimos fazer esse projeto para falar de tudo sobre a casa com outras mulheres que passassem pelo mesmo.

Como vocês se conheceram?

Todas pelas internet. Uma conheceu o blog pessoal da outra e acabamos nos aproximando.

Como administram e quais a funções de cada uma?

Atualmente somos em quatro que trabalham diariamente com o site e duas colunistas que escrevem uma vez por semana. Temos procurado dividir o trabalho por pautas semanais. Em cima do tema escolhido, dividimos os textos que devem ser escritos, entrevistas a serem feitas e convites para vídeos. Fora isso, quem cuida com amor e carinho dos nossos parceiros é a Eloa Iwamoto, que mora no Japão. A Renata Palombo é nosso braço no Brasil, ela procura ir a eventos que possam ser interessantes para o DCA. A Renata Marques mora em Portugal e faz um papel editorial no site, ela recebe os textos, analisa, corrige e edita. A Daniela, que mora na Itália, faz a edição dos vídeos, cuida de novos mini-projetos que vão adentrando ao site e cuida da parte gráfica. Nossos dois colunistas são a Carolina, da Hungria, e o Pitaco Sapiente, um homem cuja identidade é preservada!

Que tipo de dúvidas vocês mais recebem das donas de casa?

Tirar manchas! E adicionaria que existe um particular interesse quando o post em questão trata sobre como limpar a casa usando produtos naturais, como vinagre, bicabornato e limão. Nossas leitoras também se interessam por aprender, sejam cursos, artesanato, reciclagem ou mesmo receitas.

O site é uma empresa que vocês construíram em sociedade?

O site nasceu bem despretensioso. Em pouco tempo de existência percebemos o potencial dele e o interesse das mulheres em falar desse lado "tão chato" às vezes e ver que não estão sozinhas. Assim, nos focamos mais neste projeto, o grupo de trabalhadoras cresceu. No entanto, ainda não formalizamos como empresa oficialmente, é um passo futuro.

Vocês têm alguma outra profissão ou atuam somente com o site?

Todas são formadas (ou quase), mas somente uma trabalha fora. Entre as formações temos psicologia, publicidade e propaganda, teologia e administração.

Qual o conselho que vocês dão para as mulheres que resolvem empreender em sociedade com outras amigas?

Primeiramente fazer um plano de negócios do projeto. O SEBRAE oferece excelentes serviços para ajudar na construção de um projeto. Deixar tudo muito claro desde o início e sempre manter a sinceridade dentro do grupo interno.

Definam este projeto empreendedor, DCA, em uma frase.

É a união de três itens fundamentais: trabalho, lazer e aprendizagem.

Site
Facebook
Twitter

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você