[ editar artigo]

Cliente: Expectativa e Realidade

Por Andréa Ferreira

O cliente sempre tem razão.  Ouvimos isso a vida inteira e nos valemos desta máxima quando estamos no papel de clientes, mesmo quando sabemos que não temos razão.  E o que nos leva a pensar e agir com “razão” é imaginar que quem está nos atendendo ou vendendo ou prestando um serviço deve fazer de tudo para nos manter como clientes.  Certo?  Errado! Esse conceito vem caindo por terra.

Também não estou dizendo que você deve maltratar a razão de existir da sua empresa, que nada mais é do que o cliente. Sem ele não tem produção, não tem atendimento, não tem faturamento, não tem empresa. Mas é muito comum no início de um empreendimento, na ânsia de conquistar e fidelizar o cliente, fazer de tudo por ele e prometer mesmo aquilo que talvez não se consiga cumprir, criando uma ilusão desnecessária. Ou oferecer um tipo de serviço no começo e depois que o cliente foi “fisgado” mudar de atitude.

Fonte da imagem: Agência Bolacha

O cliente de hoje procura por profissionais especializados e não tem muito tempo a perder com o canto da sereia.  Então, o caminho para conquistar e manter um cliente satisfeito é oferecer um trabalho bem feito, um serviço de excelência, ter amplo conhecimento e entendimento do que está sendo oferecido, estar disponível, preparado para dialogar e ser honesto quanto ao que pode ser feito. Tudo isso da melhor maneira que você possa fazer.  Sem promessas e floreios vazios e cumprindo majestosamente aquilo que é sua especialidade.  Incluindo aí os prazos prometidos.

Nada impede que isso seja feito com carinho, mimos e agradinhos. Isso fica ao gosto do freguês.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você