[ editar artigo]

Falar em público não é o fim do mundo

Por Maria Mion

É comprovado que falar em público é o maior medo do ser humano, ganhando até do medo da morte. Portanto, hoje vou falar justamente sobre como esse terrível medo pode ser combatido com algumas atitudes bem simples.

O primeiro fator que causa medo ao se deparar com uma plateia é o despreparo. Por mais que seja difícil admitir, é impossível ficarmos seguras e confiantes para subir num palco e encarar um monte de gente se não estamos muito bem preparadas, com um roteiro super bem escrito decorado na nossa cabeça e depois de termos ensaiado nosso discurso por horas e horas. Portanto, a primeira dica é bem simples, prepare-se, porque só então você passará a se sentir segura para fazer uma boa apresentação.

Fonte da imagem: Pipoca Moderna

Outro ponto importante que faz com que as pessoas sintam medo de se apresentar é que quando elas sobem num palco, ou vão para frente da sala de aula para falar alguma coisa, imediatamente assumem um personagem, impostam a voz, ficam eretas e nervosas e ficam tremendamente preocupadas com como elas estão sendo vistas e não com como estão sendo ouvidas. O medo de sair desse personagem e de se revelar é tamanho que pode deixar qualquer uma de cabelos em pé. A minha dica para isso é bem simples, seja natural, seja imperfeita! Não interessa o quanto você treinar na frente do espelho, algum erro você acabará cometendo, e isso não é algo negativo. A plateia enxerga no erro um sinal de identificação, percebe que a pessoa que está ali na frente não é perfeita, mas está tentando. Então se preocupe menos com incorporar um personagem, seja você mesma, e caso cometa algum erro, releve, não é o fim do mundo, muito pelo contrário. Soar natural e ficar confortável afastará de vez o medo de falar em público.

Bom, outra dica importante é: acredite no que você está apresentando. É claro que se você for se apresentar com um conteúdo no qual não tem plena confiança, você acabará soando desanimada e a plateia sentirá isso. Portanto, perca mais tempo estruturando, pensando e realinhando o conteúdo da sua apresentação e menos nos seus slides, pois assim você terá convicção do que for falar, e terá uma coisa a menos para se preocupar no meio da apresentação

A última dica é bem simples: maneire um pouco na linguagem corporal. Sim, eu sei que disse para você ser natural, mas isso não significa que você não pode se conter um pouquinho. Nada demais, apenas se policie para que seus gestos não roubem a atenção da sua fala. Mas acho que deu pra vocês perceberem, que no fim das contas, falar em público não é esse bicho de sete cabeças!

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você