[ editar artigo]

Maternidade e Empreendedorismo: Delegar é preciso!

Por Lênia Luz

Se me perguntarem desde quando sou empreendedora, digo que desde sempre, pois como fonoaudióloga empreendi nos espaços que atuava, fosse em uma clínica ou uma ONG. Inquieta, não me contentava em fazer apenas o “feijão com arroz” e acrescentava tempero novo ao que realizava, fosse ou não solicitada para isso.

Em 2007, iniciei um trabalho focado no segmento corporativo. Foi quando conheci meu sócio e marido, consultor de franquias, e recebi o convite de montarmos juntos um empreendimento, a Aurelio Luz Franchising & Varejo, consultoria espescializada em formatação de franquias voltada às pequenas e médias empresas. Preparamos novas marcas e pessoas a entrarem no maravilhoso Mundo das Franquias.

Fonte da Imagem: Empreendedorismo Rosa e fotógrafa Aline Almeida

De lá para cá, fui me especializando no segmento, estudando e me atualizando sobre o empreender feminino. Há 2 anos fundei i o Empreendedorismo Rosa,  e  novas aprendizagens vieram com ele e também mais trabalho. Como se não bastasse, sou mãe de quatro filhos, entre 5 e 24 anos, ou seja, mãe de todas as fases. UFA! Empreender e Maternar é mesmo um desafio.

Este ano sai do home office,  o que mudou muito minha dinâmica de trabalho. Vitor, o caçula, foi para a escola.  Gabriela , a filha mais velha, mudou para outra cidade seguir sua vida profissional como turismóloga. Daniel, iniciou nova jornada como universitário da UFPR e  Natália passou por novos processos de estágio na faculdade de radiologia. Você deve estar se perguntando: “Mas o que isso tem haver com empreender”, lhe digo que tudo. Com as mudanças deles e a minha, tive que readaptar meu dia a dia materno e empreendedor.  Dar atenção, colo, ouvidos, olhos e remanejar tudo isso dentro de um processo de crescimento do empreendimento e dos filhos.

Com tudo isso acontecendo, vi que não sou mãe empreendedora, mas sim mãe E empreendedora.  Pois as dificuldades que enfrento e já enfrentei sendo empreendedora, também vivi quando estava trabalhando registrada e com horário para entrar e sair do trabalho. A diferença é que eu tenho que dar conta do meu empreendimento e de seu crescimento. E, além disso, administrar uma casa e uma família. Fácil? Confortável? Não, mas uma decisão que me tornou mais feliz!

O que aprendi neste processo? Não posso fazer tudo sozinha e por isso é muito importante delegar aquilo que não dou conta ou que não é minha habilidade. Portanto, com tantas mudanças, o que mais venho aprendendo é que saber delegar e a quem delegar é um ponto muito importante para o desenvolvimento e crescimento de  nossos empreendimentos e de nossos filhos.

E você,  tem delegado como mãe E empreendedora?

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você