[ editar artigo]

Meu empreendimento merece ficar bonito

Por Janaina Bohlke

Quem já se perdeu folheando um álbum de papel de parede ou olhando nos sites milhares de opções, levanta a mão! Não se desespere, saiba que essa sensação é bem comum pra maioria das pessoas, mas tem jeito!

Eu particularmente costumo indicar (e muito!) papel de parede nos meus projetos para os clientes, o resultado visual que ele traz aos espaços é surpreendente, lógico se bem escolhido e aplicado.

Fonte da imagem: Estúdio Trevisart

Primeira regra: vamos definir um ou dois estilos de papel que agradem a você e a seu público-alvo e, atenção, regra de ouro: mantenha o foco o tempo todo ao visitar lojas e sites de papel de parede, senão o resultado é a confusão mental, frustração e o pior... a desistência. Para isso vale anotar algumas palavras-chaves, cores, ou salvar algumas imagens e levar junto.

Mas, você pode me perguntar, como defino qual estilo de papel de parede combina com a linguagem da minha marca?

Para isso, é preciso que haja uma reflexão com algumas perguntas a serem respondidas: qual é o meu ramo de negócio? Alimentação, moda, artesanato, cosméticos? E o estilo da minha marca? É voltado para o público-alvo de que faixa etária? E de que estilo? Mais tradicional ou mais moderno? Gostaria de destacar o ambiente (no caso de trabalhar com prestação de serviços) ou no produto que estou vendendo?( neste caso o papel serviria de pano de fundo).

Após esta reflexão, uma segunda regra bem importante: nem sempre o que ficaria bem na sua casa, ficará bem no seu espaço de negócio. São espaços com caráter e funções diferentes. Então é preciso ficar atento para não perder o cuidado com a imagem de espaço comercial e profissional. Faça anotações dessas respostas.

Agora, finalmente, vamos ao estilo de papel. Eu costumo classificar basicamente os papéis em: ARABESCOS, FLORAIS, LISTRADOS, GEOMÉTRICOS, e utilizo também uma subclassificação com palavras: CLÁSSICO, RETRÔ, ROMÂNTICO, MODERNO.

- ARABESCOS: estampas com medalhões ou espirais, curvas nas cores neutro–brancas, tons de bege, terrosos, marrom, usando também as cores no tom sobre tom.

- FLORAIS: flores com desenho mais tradicional ou estilizada.

- LISTRADOS: listras de mesma largura ou variada podendo ser aplicado no sentido horizontal ou vertical.

- GEOMÉTRICOS: estampas que lembrem círculos, losangos, quadrados, ovais, etc.

Os estilos podem ser então:

ARABESCO CLÁSSICO, FLORAL ROMÂNTICO, LISTRADO MODERNO, GEOMÉTRICO, RETRO e assim por diante.

O próximo passo para definir o papel de parede seria encontrar aquele em que seja possível identificar as palavras-chaves que você tomou nota e a escolha de um estilo tendo em mente sempre a sua marca e seu ramo de negócio.

Achou a tarefa ainda muito impossível? Lembre-se que pra isso também existem os arquitetos e designers. Nada como a ajuda de um profissional, não?

Se você estiver aí com dificuldades pra escolher um papel para o seu espaço comercial, conte com a minha ajuda, mande fotos do seu espaço e me conte um pouco sobre o seu negócio e marca que irei ajudar nessa escolha com prazer! Nosso email contato@empreendedorismorosa.com.br

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você