[ editar artigo]

Minha história - Angela Kochhann - Parte 1

Muitas vezes, diante de uma vida corrida, estamos tão ocupados que não enxergamos o que é essencial, o que realmente importa e dá sentido a nossa existência. Como disse o poeta Carlos Drummond de Andrade: “a vida necessita de pausas...”. Imbuída deste sentimento, apresentamos o primeiro artigo, de uma série de quatro, de Angela Kochhann. Ela nos convida a cessar, equilibrar, mudar, agir. Durante  as próximas três semanas, esperamos vocês aqui. Boa leitura e reflexões!

Fonte da imagem: Arquivo pessoal

O Sabático

A palavra hebraica shabāt significa "cessar", "parar". É um período de pausa para se dedicar a outros afazeres tão importantes em sua vida. Prática pouco utilizada no Brasil, mas algumas poucas empresas começam a ver com bons olhos o profissional que deseja se aventurar.

Depois de quase 23 anos de carreira profissional, sendo 17 anos em importantes empresas de diversos segmentos, resolvi dar um tempo e fazer um período sabático. Alguns amigos e familiares acharam uma loucura, mas no meu interior era algo que eu queria e precisava fazer. Não adiantava ir pra outra empresa ou simplesmente seguir em frente, sem uma pausa para refletir, vamos dizer, “na metade da minha vida”, sobre a minha trajetória profissional, pessoal, familiar e espiritual.

Tudo foi acontecendo muito rapidamente em minha vida, desde a infância, quando aos oito anos de idade cheguei a São Paulo com minha mãe e duas malas. Não foi uma trajetória fácil, mas de etapas e desafios vencidos. Quando as oportunidades nos alcançam, somente nós podemos decidir se as agarramos ou não. Agarrei muitas delas, motivadas pelo desafio, mas sem parar para pensar e refletir se era minha verdade e meus valores pessoais. Eu não tinha tempo pra isso, queria viver intensamente.

Arrependida, eu? Não, creio que faria tudo novamente.  Mas essa pressa de viver tem um preço. Muitas vezes agimos no piloto automático, sem escutar a nossa intuição e desejos, sem lembrar que, muitas vezes, assumimos desafios que nem são nossos. A exaustão também nos alcança um dia. Lembre-se que existe um ser humano, e não engrenagens, que também necessita de manutenção periódica.

O segredo de tudo isso está em nos respeitarmos e tentarmos dosar melhor todas as situações que estão presentes no nosso dia a dia. Claro que as necessidades e prioridades variam de acordo com o desenrolar de nossa vida. A merecida pausa para descanso e reflexão, uma longa viagem, estudar outra língua, a busca do autodesenvolvimento, ler os livros que não tivemos tempo, conhecer outra religião e tantas outras possibilidades tão imprescindíveis, cabe a cada um escolher.

Como análise final, eu recomendo o Sabático, desde que haja um planejamento prévio para quem deseja fazê-lo. São muitos os aspectos de análise interior, riscos e requer, sobretudo, muita coragem. Pense numa pessoa ou profissional que possa ajudá-lo em alguns momentos. É uma experiência benéfica em todos os pilares que regem a sua vida, vale a pena ser vivida.

Permita-se!!!

Sugestão de leitura para quem deseja expansão: “A águia e a galinha” – Leonardo Boff.

Angela Kochhann é formada em Administração de Empresas pela Universidade São Marcos (2003) e cursando Academia do SAP - módulo de Finanças pelo Instituto Esperansap (2012). Consultora de Marketing e Varejo em farmácias de manipulação, tratamento cosmético e acessórios. Assessora Administrativa e Comercial de uma rede de nove lojas de vestuário masculino, localizadas nos principais Shopping Centers do Brasil.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você