[ editar artigo]

Minha História - Mary Jo Evangelista

Foi no segundo Café com pROSA que percebi o quão perdida eu estava, me senti sem identidade ouvindo mulheres fantásticas dando seus depoimentos pessoais, compartilhando sobre como tinham alcançado o sucesso, sobre planos de expansão para suas empresas, mostrando seus produtos, outras estavam no meio do caminho, mas já tinham uma direção a seguir. Foi nesse dia que tomei a decisão de profissionalizar meu trabalho, que não só de elogios poderia viver, e que apenas eles não bastavam, achava que um dom, aquilo que fazemos sem nunca termos estudado não era merecedor de ser remunerado.

Sou formada em Publicidade e Propaganda, trabalhei com isso até engravidar, fiz a escolha de criar minhas filhas, e não me arrependo disso, descobri a decoração por acaso, sempre gostei de flores, mas flores em arranjos, essas em vasos raramente sobrevivem a mim, comecei fazendo para minha casa nos finais de semana, depois para amigas. Descobri o CEASA, o paraíso dos floristas, foi amor à primeira vista, aquela explosão de cores, formas, cheiros, texturas, pareciam inerentes a mim, adoro caminhar pra lá e pra cá por aqueles corredores. Fui criando arranjos diferentes, e algumas pessoas começaram a me encorajar para que isso se tornasse um trabalho, comecei fazendo "assinatura de flores", entregava arranjos semanais em consultórios da região em que morava, mas com as atividades cada vez mais intensas das minhas filhas, voltei a vida de “mãetorista”.

Fonte da imagem: Priscila Tescaro Consultoria em Comunicação

 

Como sou uma pessoa em constante movimento, e gosto de descobrir coisas novas, melhores preços, negociar serviços, surgiu a oportunidade de organizar um evento. Mais uma vez me apaixonei. Como sou exigente e fico atenta a cada detalhe, me saí bem logo no primeiro, tive contratempos, mas para quem educa filhos, sabe que contratempos fazem parte do nosso dia a dia, e é como lidamos com eles que pode mudar o curso da história. Fiz mais alguns, mas o medo de sair da caixa foi meu pior inimigo, deixei isso adormecido dentro de mim, continuei fazendo meus arranjos que tanto amo, dando dicas de melhores fornecedores quando alguém precisava fazer uma festa, um evento corporativo. Às vezes meu telefone tocava mais de 10 vezes no dia com pessoas me pedindo indicações disto ou aquilo.

Até que aquele encontro de mulheres extraordinárias mudou meu ponto de vista. Estou ainda no começo e ainda tenho um longo caminho para percorrer, tomar as rédeas da vida profissional, depois dos quarenta também é outro desafio a ser vencido, mas depois de ouvir a inspiradora frase de Luiza Helena Trajano, presidente do Magazine Luiza, “ a sorte só aparece para quem está em movimento”, fui mais uma vez desafiada a continuar nesse caminho.

Agora posso dizer: Meu nome é Mary Jo Evangelista, trabalho com Assessoria e Decoração de Eventos, sou casada com o Paulo, mãe de três filhas: Paula de 21, minha futura arquiteta, Júlia de 16, minha futura nutricionista e Lívia de 12 que por enquanto se preocupa apenas em ser feliz.

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você