[ editar artigo]

#minhafilhanãoéumadoença

#minhafilhanãoéumadoença

Gostaria de fazer de conta que está tudo bem e que esta "notícia" é só mais uma "piada sem graça", mas como disse uma grande amiga minha: "Está puxado."

Ontem depois de um dia power de trabalho, feliz com o que faço, voltando de um programa de empoderamento e autoliderança feminina com minha filha saudável, li esta MERDA toda no ar.

Para quem não sabe ou não leu, a Justiça Federal do Distrito Federal liberou psicólogos a tratarem gays e lésbicas como doentes, podendo fazer terapias de “reversão sexual”, sem sofrerem qualquer tipo de censura por parte dos conselhos de classe.

A decisão, do juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, é liminar e acata parcialmente o pedido de uma ação popular. Esse tipo de tratamento é proibido desde 1999 por uma resolução do Conselho Federal de Psicologia. O orgão disse que vai recorrer.

Em um primeiro momento me emputeci, depois silenciei e na madrugada veio o choro. O choro de mãe, o choro da intolerância, o choro da impotência, o choro do medo.

Pois hoje, ao contrário de quando minha filha era criança, não posso mais protegê-la das dores e ataques do mundo. Ela cresceu, lindamente, mas com atitudes como essas, ela corre SIM, o risco de ser atacada por algum maluco/a que "entenda" que ela é uma "doença" ambulante por aí.

Ser apontada como uma aberração da natureza. Ser excluída de ambientes sociais por ter uma doença contagiosa. Ser chamada  por um "psicólogo/a" a participar de suas sessão de "reversão sexual".

Sabem medo? Sim, eu senti  e estou com com medo e o que me resta é usar o que eu tenho como ferramenta, as redes sociais para dizer: " Não, minha filha não é uma doença ambulante. Minha filha é meu bem maior, cidadã correta, profissional formada,  ética, amorosa, solidária que só quer ter liberdade de ser quem ela é: Uma mulher, homossexual e feliz! "

Se você quiser ajudar, compartilhe este posto e mais que isso assine o abaixo-assinado: «Homossexualidade não é doença! Repúdio à decisão da Justiça Federal do DF.» no endereço : http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR101981

Concordo com este abaixo-assinado e cumpro com o dever de o fazer chegar ao maior número de pessoas.

Se você concorda , assine também!

Beijos de uma mãe que SAIU do ARMÁRIO e não se calará diante do retrocesso social que estamos vivendo.

Por Lênia Luz

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você