[ editar artigo]

Elas por Eles - André Pegorer

O convidado de nossa coluna Elas por Eles de hoje é André Pegorer, jornalista e fundador do Nex Coworking, rede de escritórios coletivos com ambientes propícios para networking, inovação e negócios da economia criativa.

Fundado em junho de 2011, o Nex Coworking está presente hoje em Curitiba e Cascavel. Nas duas unidades atendem empresas e profissionais que, além de compartilharem espaço de trabalho, criam conexões importantes para desenvolverem seus negócios.

Fonte da imagem: Arquivo pessoal

Os negócios da criatividade

Nosso espaço é um escritório coletivo e a maioria dos nossos membros, incluindo um número muito significativo de mulheres empreendedoras, atuam nos segmentos da chamada economia criativa. E nessa área as notícias são muito boas. Os dois anos de história das unidades de Curitiba e Cascavel resultaram em muitos negócios, cafés e conexões. E hoje o NEX Coworking e Inovação é o resultado de todas as demandas e ideias que surgiram durante este período.

O termo economia criativa começou a ser usado na década de 90, na Austrália. Depois, foi a vez da Inglaterra definir seu plano para se reposicionar na economia mundial e lá estava a criatividade no centro da estratégia. Hoje, o mundo deposita nos negócios criativos a esperança de uma saída robusta para o nebuloso cenário econômico em que vivemos. Negócios como arquitetura, design, moda, tecnologia, gastronomia, games, cinema, artes visuais, entre outras áreas criativas, crescem a uma taxa de 14,4% ao ano, segundo a UNCTAD, agência das Nações Unidas para o comércio e o desenvolvimento.

E onde entram as mulheres empreendedoras nesse cenário? Nos nossos escritórios em Curitiba e Cascavel, estamos testemunhando uma verdadeira ocupação feminina na liderança dos negócios criativos. Diariamente temos recebido designers, fotógrafas, arquitetas, profissionais de comunicação, marketing, moda e conteúdo digital com seus negócios em crescimento e suas expectativas em alta. E os escritórios de coworking são espaços muito favoráveis para o desenvolvimento desse cenário, com ambientes propícios para conexões, troca de experiências, ampliação da rede de contatos e das oportunidades de business.

O grande desafio nesse momento é o desenvolvimento da cultura empreendedora entre os profissionais da economia criativa. Via de regra, esses profissionais saem da academia prontos para criar, mas com dificuldade para fazer negócios. É o velho gargalo da distância entre o empreendedorismo e o ensino brasileiro. Se vencermos essa barreira, e realmente acho que estamos caminhando nesse sentido, teremos um país ainda mais forte e em posição de liderança no cenário econômico mundial.

Sucesso criativo e empreendedor a todos!

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você