[ editar artigo]

O poder dos nichos

O poder dos nichos

Hoje muito se fala em atender um nicho de mercado, mas o que de fato isso quer dizer? Quer dizer que precisamos atender diretamente um público que tem interesse em determinado tema. As pessoas não são iguais, não dá para agradar a todas, mas elas são similares e muitas vezes tem interesse em um mesmo tema. O conjunto dessas pessoas é o que chamamos de nicho.

Pensando pelo lado empresarial, para as pequenas grandes empreendedoras, focar em um nicho de mercado é explorar o potencial de um segmento que por vezes não está sendo completamente atendido. Porém não basta apenas escolher um nicho e investir nele, é preciso realmente conhecer o tema em questão, compartilhar conteúdo sobre o mesmo e se tornar uma “autoridade” no assunto. Por isso, atender um nicho ao qual você realmente entende e tem interesse é muito mais aconselhável, além de prazeroso.

Além disso, para atender um mercado de nicho é necessário aprender a dizer “não”, é segmentar a sua empresa para atender um público específico e faze-lo perceber que ele é especial, principalmente por perceber que você está interessado especificamente nele e não em todo mundo.

Daí você vai dizer: “ah, mas daí estarei perdendo oportunidades, quanto maior for meu alvo, maior a chance de acertar”. Vou te que te dizer que o mundo não é bem assim, as pessoas mudam, o mercado muda, o consumo muda, e essa conta hoje é inversa. Só faz sentido querer falar com "todo mundo" se você é uma das gigantes líderes do mercado (tipo Coca-Cola), caso ao contrário, será que seu esforço realmente valerá a pena? Por isso, quanto mais específico é o seu nicho de mercado, maior é a chance de vender. Isso acontece pois reunimos as pessoas que de fato tem os mesmos interesses e necessidades.

Qual a vantagem nisso? Identificação concreta entre seus clientes e você. Isso porque se relacionar com quem gosta do mesmo assunto que nós é mais fácil e mais agradável, assim adquirimos confiança em, inclusive, expor nossas opiniões e compartilhar conhecimento. Sim, relacionar, mais do que atender seu cliente, você precisa se relacionar com as pessoas.

Vamos pensar como consumidores, o que buscamos quando vamos atrás de uma marca ou um grupo? Procuramos mais do que produtos/serviços, procuramos informação, procuramos identificação. Quando nos identificamos com um grupo, uma marca, ou causa, nós ficamos dispostas a interagir, a compartilhar. E é pensando nisso que precisamos sempre estar em contato com as pessoas, oferecer a elas o que temos de conhecimento e qualidade para recebermos dela reconhecimento e parceria.

Não se preocupe com a parcela das pessoas com as quais você não conversa de fato, claro que se elas quiserem consumir de você não fará mal algum. Mas foque em quem realmente se interessa pelo o que você tem a oferecer. Isso vale para a sua empresa e vale para sua vida pessoal também.

Empreendedorismo Rosa
Taty Verri
Taty Verri Seguir

👩‍💻 Entusiasta da comunicação e tecnologia 🌎 Apaixonada por viagens 📸 Amante da fotografia e da música

Ler matéria completa
Indicados para você