[ editar artigo]

Ômega-3 como coadjuvante no tratamento das desordens estéticas

Ômega-3 como coadjuvante no tratamento das desordens estéticas

A procura por um corpo saudável em associação a uma alimentação equilibrada tem impulsionado a busca por nutricionistas da área estética. Entre as principais queixas, pode-se citar a redução da gordura abdominal, o combate ao envelhecimento precoce e a minimização da celulite.

Nesse sentido, o uso de nutracêuticos e suplementos alimentares tem ganhado cada vez mais adeptos, em razão das transformações que esses produtos causam internamente e, consequentemente, ainda, refletem-se na melhora da aparência. Especificamente, o ômega-3 é um suplemento importante para a redução da inflamação, na proteção cardiovascular e melhora do perfil lipídico. Entretanto, estudos recentes têm apontado para o uso potencial na modificação da composição corporal e na redução do aspecto de "casca de laranja", típico da celulite, devido ao seu caráter anti-inflamatório e protetor dos vasos sanguíneos.

Em alguns estudos foram avaliados os efeitos do óleo de peixe sob parâmetros da composição corporal em adultos obesos e acima do peso. Os autores observaram que a suplementação com ômega-3, sobretudo, quando associada a um estilo de vida equilibrado, mostrou-se capaz de reduzir a adiposidade abdominal.

O ácido eicosapentaenoico (EPA) caracteriza-se pela ação anti-inflamatória, fazendo parte da via bioquímica associada à produção de substâncias anti-inflamatórias denominadas prostaglandinas. Além dos benefícios para o sistema cardiovascular, a literatura aponta para os benefícios associados a condições inflamatórias como celulite e artrite reumatoide. Quanto ao envelhecimento da pele, sabe-se que, logo após a exposição solar, ocorre uma resposta inflamatória caracterizada por eritema, dor e calor, com liberação de moléculas mediadoras do processo inflamatório, como prostaglandinas e leucotrienos; consequentemente, o recrutamento de células imunes gera um aumento em espécies reativas de oxigênio que se acumulam na pele. O consumo de ácidos graxos ômega-3 pode impedir a produção de fatores responsáveis pela lesão cutânea, melhorando o eritema, a infiltração e a descamação da pele.

A Biobalance garante o melhor da suplementação com alto percentual de ômega-3 a partir da linha OmegaPURE®. Além de preservar a função endotelial, desempenha ação anti-inflamatória e contribui para a manutenção de hábitos saudáveis de vida que se refletem de dentro para fora.

*Fonte: Renato Leça, Professor de Oftalmologia e Coordenador das Disciplinas de Medicina Integrativa e de Nutrologia com Prática Ortomolecular da Faculdade de Medicina do ABC.

CRM-SP 58.672

Empreendedorismo Rosa
Ler matéria completa
Indicados para você