[ editar artigo]

Seja valente, siga em frente!

Por Lênia Luz

Agosto chegou e com ele os ditos populares que o indicam como sendo o mês do desgosto, do cachorro louco, do azar, dentre outros termos.

Sendo ele o número 8 do calendário, fui em busca de seu significado. Encontrei um que diz sobre a temática com que abro este editorial do mês: Foco no melhor!

Fonte da Imagem: Trevisart

"Universalmente o 8 é  considerado o símbolo do equilíbrio cósmico e "deitado" simboliza também o infinito. Na tradição cristã, o número 8 simboliza o Novo Testamento, portanto anuncia a prosperidade e a bem-aventurança de um novo mundo."

Baseada nestes significados, hora macabros e hora tão motivadores, claro que focarei  no segundo. Em um momento onde o que mais escutamos: "o país está em crise" , "vou embora do BRASIL, pois LÁ, isso não estaria acontecendo", " meus negócios não alavancam por causa da CRISE", vou atrás das oportunidades.

Para este mês, e os próximos, temos duas opções:FOCAR no mês do desgosto ou FOCAR no mês da prosperidade e bem aventurança. Eu, por uma questão muito prática, estou optando pela segunda.

Mas para que compreendam este meu FOCO, compartilho algumas lições vividas no mês de julho:

1. Isso será muito difícil!: Este mês tomei uma decisão (nada fácil para mim) e, antes de "pegar o touro pelo chifre", me vi presa ao pensamento do quão dificil seria. Mas a decisão era minha e então me dei conta de que as oportunidades não estão sinalizadas em um outdoor ou em um email específico em sua caixa postal que diz: " Este é o caminho, pode ir sem receio". Elas são sim, um seguir seu sonho e realizá-lo.

2. O que faço com minhas limitações?: Lendo o livro "Um passarinho me contou" do Biz Stone, cofundador do Twitter, ele compartilha sobre os 140 caracteres e que eles nunca mudaram isso, apesar das muitas mudanças que o mesmo sofreu. E vi o quanto isso fazia sentido para minha tomada de decisão, afinal eu estava dando mais um passo sem querer mudar a minha essência. E assim, como ele e Spielberg no filme Tubarão, eu tinha um orçamento muito restrito. E foi esta restrição/limitação que colocou minha criatividade e produtividade a todo vapor. Fiz de um limão a caipirinha da feijoada.

3.  Uma andorinha só não faz verão (e nem outono, primavera e inverno): Minha tomada de decisão teve um ponto muito importante. Apesar de ser a  única responsável por ela, contei com andorinhas que me encorajaram, confiaram, deram crédito, acreditaram e disseram: "Vamos fazer a revoada juntas?". Não me sentir só foi sem dúvida alguma, saber que em qualquer situação, são com estas pessoas que contarei , pousarei e voarei novamente.

Aqui no Empreendedorismo Rosa teremos um mês de boas-venturanças, com novas conexões, ações e formações empreendedoras.

Deixo portanto meu desafio a você para este mês: Foco na bem aventurança e um passa para lá aos "cachorros loucos desgostosos".

Beijos de foco, força e fé!

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você