[ editar artigo]

União feminina marca a 3ª edição do Women´s Forum Brazil 2014

Por Zaira Sachetti

Um evento para marcar a história do empreendorismo feminino no Brasil. Foi assim a 3ª. edição do Women´s Forum Brazil 2014, que ocorreu em São Paulo, nos dias 26 e 27 de maio.

Debates, discussões e muito networking imprimiram as marcas de 600 mulheres executivas e empreendedoras do Brasil e do exterior. Foram mais de 25 palestras, onde a discussão girou em torno da equidade de gênero, cotas para mulheres em cargos públicos e privados, saúde, bem-estar, liderança, esporte, gestão, crescimento profissional e pessoal, talentos, responsabilidade social, novos mercados, tecnologia,  cultura corporativa, investimentos, parcerias e políticas públicas e privadas.

Mulheres de todos os níveis hierárquicos apresentaram seus pontos de vista, seus estudos, pesquisas e experiências sobre os rumos do mundo dos negócios daqui para frente. Atitudes como a da fundadora da Casa do Zezinho, a Tia Daga, como é chamada, foram compartilhadas.  A pedagoga, em sua experiência voltada para crianças com traumas circunstanciais, fundou um espaço de atuação para crianças e jovens pertencentes a famílias de baixa renda moradoras de bairros pobres de São Paulo. São mais de 1.200 “Zezinhos”, essas crianças são envolvidas em atividades de educação, arte, cultura e formação geral e em oficinas de capacitação profissional.

Fonte da imagem: Empreendedorismo Rosa e Margarida Schuwenck

Estudos e pesquisas também foram levantados. Um dado polêmico levantou um alerta: o mundo precisa enxergar mais o potencial competitivo da mulher. Apenas 4,3% dos cargos de liderança no Brasil são ocupados por mulheres. Por outro lado, as mulheres cada vez mais estão fazendo sua carreira no setor de saúde, com o objetivo de melhorar e alavancar o índice de saúde no país. Já na Colômbia, o país vem sendo reconhecido como o mais feliz do mundo, e mesmo assim as mulheres precisam atingir mais visibilidade e políticas que agregam ao mercado feminino.

Ficou definido, no evento, que o progresso e a responsabilidade pelo avanço das mulheres no setor público e privado é uma tarefa de todos. É necessário ter uma nova cultura corporativa e políticas públicas para aumentar substancialmente a representação das mulheres nas posições de liderança executiva.

O combate à violência doméstica e abusos de ordem moral e sexual também foram temas de debates durante a 3ª. edição do Women´s Forum Brazil 2014. O Brasil fez importantes avanços sociais e econômicos nas últimas décadas, mas o machismo, que ainda impera na sociedade brasileira, alimenta altos níveis de abuso regular dos direitos das mulheres. Embora muitos avanços tenham sido alcançados com a Lei Maria da Penha (Lei nº 11.340/2006), ainda assim, hoje são contabilizados 4,4 assassinatos a cada 100 mil mulheres, número que coloca o Brasil no 7º lugar no ranking de países nesse tipo de crime.

Um ponto positivo é que a agenda dos direitos humanos está alçando voo, assunto que não se restringe às empresas de extração de recursos. Há uma crescente pressão sobre as empresas de tecnologia para que os direitos à privacidade sejam respeitados; um aumento crescente sobre os esforços para erradicar o tráfico humano e o trabalho escravo na cadeia global de fornecedores e a discussão sobre os salários dignos e ocupação profissional para jovens também integram essa agenda.

Em resumo geral o que todas essas mulheres buscaram, nesse evento, foi a união para a prosperidade e o alcance sustentável para crescimento pessoal e profissional.

A primeira noite do evento contou com um jantar especial para networking, organizado pela Hyatt Hotels & Resorts, onde ocorreu o evento. Lênia Luz Nogueira, diretora de comunicação, fundadora e CEO do Empreendedorismo Rosa, liderou uma das mesas redondas nesta ação. Com o tema: “Eu e meu empreendimento: novas ferramentas para gerar crescimento através das redes sociais”, ela tratou no debate sobre questões e ideias para realizar um crescimento vibrante para todos os modelos de negócios.

Além de Lênia Luz, participaram do Fórum Aline Caldas, diretora de mídias sociais e Vânia Oliva, diretora de redação do Empreendedorismo Rosa. Completaram o time,  Zaira Sachetti (sócia-diretora da Comunicare, agência de comunicação do grupo); Thamires Freitas de Almeida (proprietária e administradora da agência de viagens Euro Star Lufthansa City Center); Analia Fernandez(empresária da Beautiful & Delicious – Cupcakes); Claudia Labate (empresária da Up2Ucoworking); Alessandra Maria Cuccolo ( empresária da Rede de Franquias Clínica Estética Beleza Grega); Marina Soares (Psicóloga e Sócia-Proprietária da Clínica Base -BH ); Lorena Gurjão e Regiane Rezende (colunistas do Empreendedorismo Rosa).

Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa
Empreendedorismo Rosa Seguir

Valorizamos a mulher e todo seu universo pessoal e profissional. Inspiramos pessoas a realizarem ações empreendedoras e intraempreendedoras, contribuindo para um mundo mais inovador e produtivo. Acreditamos que toda mulher pode fazer acontecer!

Ler matéria completa
Indicados para você